O setor de shoppings centers amarga prejuízos de cerca de R$ 25 bilhões em todo o país. É, portanto, algo inédito na história.

Todas as unidades do país estão fechadas devido à pandemia. Com a autorização do Poder Público, o objetivo é a reabertura gradual do comércio.

Mesmo imerso nesse cenário de catástrofe, inimaginável a até bem pouco tempo atrás, o setor traça estratégias não só para sobreviver à fase mais aguda da crise, como para um “novo normal” que se aproxima.

Em meio a tantas dúvidas, a única certeza é de que nada será como antes: consumidor e varejo serão outros após a maior crise sanitária e econômica atravessada pelo planeta nos últimos 100 anos.

Leia Também:  Bolsonaro quer saber quem mandou matar Marielle

O primordial agora é vencer a crise sanitária para o consumidor voltar a ter confiança para retomar seus hábitos de consumo.

A quarentena mostrou que as pessoas gostam e precisam ir para a rua, ou seja, os shoppings voltarão a receber os seus clientes.

Mas é necessário seguir os protocolos de saúde para tomar todos os cuidados, visando à saúde de todos, reforçando os processos de higienização nos estabelecimentos.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!