O Ministério Público Federal (MPF) deu parecer favorável à suspensão do agendamento para a vacinação contra a covid-19 no Distrito Federal. A manifestação ocorreu em uma ação proposta OAB-DF na 3ª Vara da Justiça Federal. A entidade requereu liminar em ação civil pública para impedir a exigência de cadastro prévio para aplicação da vacina. Ainda ontem (19/7), o próprio governo anunciou que suspenderia o agendamento para as próximas vacinações para faixa etária a partir de 37 anos. No parecer, o procurador da República Felipe Fritz Braga cita representações de cidadãos que reclamam por não terem conseguido se vacinar.

Deixe uma resposta

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!