✓ O presidente Jair Bolsonaro se reúne, às 9h, com Paulo Guedes, Ministro da Economia, Onyx Lorenzoni, Ministro da Cidadania, Roberto Campos Neto, Presidente da Banco Central, e Pedro Guimarães, Presidente da CAIXA. Às 10h, ele se reúne, por videoconferência, com Paulo Skaf, Presidente da FIESP, e empresários. Às 14h15, ele recebe o advogado Frederick Wassef. Às 14h30, recebe Carlos Massa Ratinho Júnior, Governador do Paraná. Às 16h, se reúne com Fernando Azevedo, Ministro da Defesa. Às 19h, faz live para comentar os assuntos da semana.

✓ O delegado da Polícia Federal, Rodrigo Teixeira, depõe na Polícia Federal no inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sobre as acusações feitas pelo ex-ministro Sergio Moro de interferência política do presidente Jair Bolsonaro na PF.

✓ Termina o prazo dado pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) para o governo e a Procuuradoria-Geral da República opinarem sobre a divulgação do vídeo da reunião ministerial em que o presidente Jair Bolsonaro, segundo o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, tentou interferir na Polícia Federal. Moro pediu a apresentação na íntegra da gravação.

✓ A Câmara pode o Projeto de Lei 1562/20, que torna obrigatório o uso de máscara de proteção em locais públicos, como medida de enfrentamento ao coronavírus. Também poderão ser analisados dois projetos de autoria do Senado: PL 1179/20, que cria um regime jurídico especial para período de pandemia; e PL 1194/20, que incentiva a doação de alimentos.

Leia Também:  Equipe unida Ibaneis?

✓ O Senado pode votar os seguintes projetos: PL 1166/2020, que limita juros no cartão de crédito e cheque especial; PL 890/2020, que inclui na cobertura dos seguros de vida óbitos decorrentes da Covid-19; o PL 1409/2020, que dá prioridade na testagem do novo coronavírus a profissionais que atuam no combate à Covid-19 e estão em contato direto com pessoas contaminadas, caso dos profissionais de saúde e dos agentes funerários; PL 1542/2020, que determina suspensão de reajuste de medicamentos e planos de saúde; e PL 1886/2020, que autoriza instituições de ensino a antecipar recebíveis.

✓ O Supremo Tribunal Federal julga ação do Partido Progressista que pede a suspensão, por 30 dias, do prazo para filiação partidária, domicílio eleitoral e desincompatibilização para as eleições de 2020. Os referidos prazos terminaram no dia 4 de abril.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!