Po Felipe Fiamenghi

120 BILHÕES DE REAIS! Esse é o prejuízo estimado, graças ao veto derrubado, ontem, pelo Senado Federal, que previa o congelamento salarial dos servidores públicos federais até dezembro de 2021.

É o momento de recuperar o país de uma das piores crises da história. Com a cumplicidade do STF, que deveria ser fiscalizado pelos Senadores, que não cumprem seu papel, prefeitos e governadores, com suas medidas politiqueiras e oportunistas, destruíram milhões de empregos; faliram milhões de empresas.
A economia só não quebrou, de vez, graças as Auxílio Emergencial, que está sendo pago a mais de 66 milhões de pessoas e, ainda que em menor escala, manteve o mercado funcionando e garantiu comida no prato dos brasileiros.

Tudo isso tem um custo (e alto)!

Os funcionários públicos federais, setor onde se encontram a maioria absoluta dos marajás do funcionalismo, foram alguns dos principais incentivadores do “fique em casa”. Gozam de estabilidade e, portanto, não precisam se preocupar se terão emprego mês que vem. Sabem que a “empresa” para a qual trabalham não quebra. Se endivida, esfola os pagadores de impostos, mas não quebra.

Leia Também:  Maia quer o 'Fundo da Lava Jato'

Minha mãe e avó são professoras públicas. Uma municipal e a outra estadual. Ambas passam anos sem receber qualquer aumento. Tenho vários amigos Policiais Civis e Militares, que também ficam anos com salários congelados. Mas para os digníssimos funcionários federais, UM ANO E MEIO é muita coisa.

No começo da pandemia eu escrevi um artigo dizendo que “não estávamos todos no mesmo barco. Estávamos na mesma tempestade, mas em barcos muito diferentes”. Essa é a comprovação absoluta.

Enquanto o Governo Federal tenta recuperar a economia e reverter a lambança dos governadores, prefeitos e ministros do STF, preocupado com a situação de dezenas de milhões de desempregados, o Senado Federal aceita o lobby da Elite do funcionalismo, que na maioria absoluta dos casos já ganha muitas vezes mais do que a média salarial brasileira.

Se a Câmara confirmar o veto, será a pá de cal na cova do Brasil. Na tentativa de boicotar o presidente, legislativo e judiciário estão, impunemente, destruindo o país.

Azar do povo, que sofre… –

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments