Depois da tragédia em Suzano (SP), uma notícia que preocupa. A polícia apreendeu nesta segunda-feira dois adolescentes que são suspeitos de planejar ataques contra suas respectivas escolas.

Uma das escolas seria no Rio de Janeiro e outra na cidade de Pontalina, em Goiás, segundo as polícias dos dois Estados. É o que informa a revista IstoÉ.

“Um ex-aluno de uma escola na Praça da Bandeira estava enviando mensagens sobre um atentado que cometeria em seu antigo colégio”, informou a Polícia Civil do Rio de Janeiro sobre a operação, que apreendeu computadores e celulares.

“O menor estava exibindo na Internet fotos de uma arma de fogo e detalhes da ação, inclusive com a rota de fuga”.

O adolescente navegava pela ‘deep web’ e participava de foros sobre atentados efetuados em ambientes escolares.

Em Goiás, segundo a matéria, o adolescente tinha planos para executar um massacre na escola onde estudava, mas segundo a polícia, não executou o ataque por não ter acesso a uma arma de fogo de repetição.

Entre os elementos encontrados com o adolescente de Pontalina, que alegou sofrer “bullying”, havia uma espingarda, que era do pai, uma capa, uma máscara e um arco e flecha.

Neste caso goiano, o adolescente aprendido mencionou os últimos casos de massacres no mundo, o de Suzano e o da Nova Zelândia, no qual form mortos 50 pessoas.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Elton Santos

Elton Santos é formado em jornalismo e atua na área política do Distrito Federal há oito anos, sempre buscando os bastidores do poder. Já passou por redações e assessorias na capital federal
Fechar Menu