Motoboys que utilizam os aplicativos de entrega estão se organizando em todo o país para um protesto no dia 1º de julho.

A categoria pede melhores condições de trabalho durante o período da pandemia de coronavírus.

O ato será nacional e, no Distrito Federal, é coordenado pela Associação de Motoboys, Autônomos e Entregadores do Distrito Federal (AMAE-DF).
De acordo com o conselheiro fiscal da AMAE-DF, Abel Rodrigues dos Santos, desde o início da pandemia do coronavírus, os aplicativos não forneceram nenhum tipo de apoio e muitos precisam tirar dinheiro do bolso para comprar álcool em gel e máscara para evitar se contaminar com a Covid-19.
vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!