Por Felipe Fiamenghi

Hoje, vendo os mandados expedidos contra o Terça Livre e o Rey Biannchi, lembrei do Juca Chaves contando de como eram seus shows na época do Regime Militar. Que, se dissesse algo em desacordo ao “roteiro” estabelecido pelos censores, saia do palco e entrava na viatura.

Naquela época, porém, a censura era clara, explicita. Os militares, ao menos, tinham a CORAGEM de dizer que era um Estado de Exceção, em vez de se esconderem atrás de uma falácia democrática.

Se eu disser, aqui, que o Art. 129 da Constituição Federal, em seu inciso VIII, é explicito em determinar que “SÃO FUNÇÕES INSTITUCIONAIS DO MINISTÉRIO PÚBLICO:

– requisitar diligências investigatórias e a instauração de inquérito policial, indicados os fundamentos jurídicos de suas manifestações processuais”;

– e lembrar que, de acordo o Artigo 102, “Compete ao Supremo Tribunal Federal, precipuamente, a GUARDA DA CONSTITUIÇÃO”.

Vão dizer que estou “passando pano” para os direitistas, mesmo após a “CPI das Fake News” apurar que é a ESQUERDA que PAGA pela veiculação de notícias falsas.

Gostaria de saber, então, dos esquerdistas: O que achariam se a Policia Federal fosse bater na porta da Folha de São Paulo, do Mídia Ninja, do Quebrando o Tabu? Como vale até busca e apreensão contra comediantes, que tal o Porta dos Fundos, grande mamador da Lei Rouanet, no governo petista?

Leia Também:  O Passarinho está de olho nos conchavos

Se as “vítimas” fossem os tabloides, blogs, comediantes ou youtubers esquerdistas, toda a militância estaria em cólicas anais, gritando que estamos vivendo sob uma ditadura fascista, pedindo o impeachment do presidente, denunciando o fim da liberdade de imprensa, invocando o poder da liberdade de expressão… Não se falaria de outra coisa, pelos próximos 2 ou 3 dias.

Mas como a ação é contra a direita, comemoram. São idiotas (ou canalhas) demais para entenderem que a democracia que atacam é a mesma que os tornam úteis. Se for colocada “debaixo da vara”, como o decano da corte queria fazer com os generais, TODOS PERDEMOS.

Felipe Fiamenghi é jornalista e empresário.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
FRANCISCO
FRANCISCO
3 meses atrás

Sensacional texto, mas aqueles 11 estão cagando e andando pra textos dessa natureza que, embora coerentes, justos nas críticas e tradutores da indignação popular, são apenas mais um e jamais terão força enquanto não saírem do formado de tinta na celulose e forem para as ruas de todo o país e não só com 300 ou 400 cabeças por uma manhã/tarde ensolarada de domingo e sim 1 milhão durante uma semana na porta desse tribunal que de supremo não tem é nada.

Ubiratan
Ubiratan
3 meses atrás

SIMPLES ASSIM, É MAIS FÁCIL ACUSAR SEU ADVERSÁRIO DO QUE VC É, A TER DE ACEITAR AS VERDADES DITAS POR PESSOAS QUE QUEREM O MELHOR PARA O NOSSO PAÍS, DITADURA NO OUTRO É REFRESCO DOCE…

Anita Pontes
Anita Pontes
3 meses atrás

POIE É! SÓ QUE É UMA LUTA MUITO MAIOR DO QUE ESSAS PESSOAS SEM CÉREBRO PODEM ENTENDER!!! VÃO COMEMIRAR , DEPOIS VÃO SER ELES A PERDER A LIBERDADE!! SÃO UNS IDIOTAS!!!

Marelice Barazzetti
Marelice Barazzetti
2 meses atrás

Muito obrigada. Suas palavras são Esclarecedoras.
Poucos são os q tem visão tão sensata

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!