Não foi apenas nas cadeiras da Câmara Legislativa que as igrejas cresceram os olhos. Na eleição para conselheiro tutelar, prevista para outubro de 2019, elas também estão de olhos bem arregalados.

E tentam de todas as formas implantar o voto múltiplo.

O que isso quer dizer? Que uma pessoa pode votar em cinco candidatos.

Além disso, querem tirar das exigências, a comprovação de experiência com menores.

Pessoas ouvidas por Rádio Corredor sustentam que as igrejas querem transformar os conselhos em feudos eleitoreiros. Ou vão até mais fundo na questão: começaram a campanha para 2022.

Leia Também:  Sai Iolando, entra Sirlei Campos

Rádio Corredor já abordou outro temor semelhante que políticos têm com igrejas. Na Câmara Legislativa, deputados se dizem com um pé atrás com a eleição direta para administradores regionais. Muito pelo poder de mobilização que as igrejas – principalmente Universal e Sara Nossa Terra – tem nas cidades.

rodape 255x95 - Guerra santa em eleições nas cidades

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cristina Brasileira
Cristina Brasileira
1 ano atrás

Matéria fraca! Não diz nada com nada, sem conteúdo, superficial! Quer falar mal da Igreja? Dos parlamentares? Isso é coisa de quem comeu no prato e agora cospe!!! Que isso irmão! Se converte!!! Posso ouvir um amém ???

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.