O ministério da Saúde começa a enviar doses da vacina contra a Covid-19 para serem aplicadas aos profissionais das forças de segurança e salvamento e de membros das Forças Armadas. Além desses grupos, a nova remessa de vacinas será destina também aos trabalhadores da saúde e aos idosos.

A distribuição do novo lote começa nesta quinta-feira (1º) –serão 9,1 milhões de doses do Instituto Butantan e da Fiocruz. Até o momento, contando com esse novo quantitativo, já foram destinadas a todas as unidades da federação 43 milhões de doses de imunizantes.

Além disso, está prevista a chegada, no próximo sábado (3/4), de 2,1 milhões de unidades da AstraZeneca, totalizando mais de 11 milhões. As doses serão destinadas para trabalhadores da saúde e para idosos de 65 a 79 anos, de acordo com o informe da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS). Também foi adiantada a vacinação de parte dos profissionais da força de segurança e salvamento e das Forças Armadas, categorias que atuam na linha de frente de combate à pandemia. Parte dos imunizantes também será destinada à aplicação da segunda dose em trabalhadores da saúde e idosos entre 70 e 79 anos.

“Nesta leva, a vacina da AstraZeneca/Fiocruz será usada para aplicação da segunda dose em trabalhadores da saúde. Uma parte dos imunizantes do Butantan será destinada para primeira aplicação para o grupo prioritário das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas e idosos entre 65 e 69 anos. A outra parcela deverá ser aplicada como segunda dose em trabalhadores da saúde e idosos entre 70 e 79 anos”, disse a pasta em nota.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!