A situação financeira do Distrito Federal que não é boa pode se complicar ainda mais, caso uma decisão do Tribunal de Contas da União se efetive.

Os valores do imposto de renda que incidem sobre a remuneração de bombeiros e policiais civis e militares devem ficar com o governo federal e não com o GDF.

No Congresso Nacional, uma voz que tem se levantado contra essa medida é a do senador Izalci Lucas (PSDB).

Ontem (5) ele participou de uma reunião com membros do grupo de trabalho Interministerial para estudos relativos ao Fundo Constitucional do DF.

Leia Também:  As articulações para Sérgio Moro suceder Bolsonaro

Izalci reiterou que o DF teria uma perda gigantesca financeira de R$ 700 milhões por ano com a decisão do TCU. Antes do recesso, o parlamentar apresentou uma proposta de emenda constitucional (PEC 68/2019) para tentar impedir legalmente que isso aconteça.

Além de salvar a vida financeira do DF, na esteira, a vida política de Ibaneis Rocha também teria uma sobrevida como governador, embora o mesmo não tem articulado com o Congresso Nacional para impedir que a decisão do TCU se cumpra, muito menos com Izalci. O motivo, claro. é óbvio.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Hélio Lima Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Hélio Lima
Visitante

Brasília é intocável, portanto deve ser privilegiada sempre com verbas federais.

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu