A deputada distrital Julia Lucy (Novo) foi a que mais economizou entre os colegas. Até o meio do ano de 2019, já tinha conseguido poupar o bolso do brasiliense em mais de 1,5 milhão de reais. Considerada valente e destemida, Lucy se posicionou várias vezes contra pautas polêmicas, contrariando os demais parlamentares.

O “Perguntas Na Lata” deste sábado é com ela.

Confira a entrevista.

01) Você acha que fez um bom primeiro ano de mandato?

Acredito que sim. Pesquisas recentes colocam meu mandato como um dos mais atuantes da CLDF, fomos o gabinete mais econômico da Casa em 2019, com uma economia de R$1,55 milhão aos cofres públicos. Conseguimos avançar na pauta do desenvolvimento econômico, criamos as frentes parlamentares em defesa do Comércio Varejista, da Economia Criativa e da Primeira Infância e estamos construindo um novo entendimento na Câmara sobre a necessidade de se revogar leis que atrapalham a economia. Aprovamos duas leis pioneiras no país; a criação do “Banco de Testes Regulatórios – “Regulatory Sandbox” – “zonas livres” de regulamentação restritiva para ajudar as organizações a testar vários produtos e a que instituiu a aplicação de multa administrativa ao agressor das vítimas de violência doméstica definidas na Lei Maria da Penha.

02) O que você acha que precisa ser melhorado em seu mandato?

Foi um ano de muito trabalho e aprendizado, mas sempre há o que melhorar. Queremos avançar na agenda da fiscalização dos gastos públicos, apresentar soluções práticas para o problema da violência contra a mulher, através da CPI do Feminicídio, além de contribuir mais para melhoria da saúde, da educação e da segurança. Essa semana levei ao governador uma sugestão para melhoria da atenção primária à saúde e a saúde mental dos servidores públicos do DF, fruto de dois Grupos de Trabalho que instituímos para apresentar um estudo prático para esses graves problemas, que atingem toda população do DF quanto à oferta de serviços públicos ineficientes.

Leia Também:  Não confie no Facebook

03) Você acha que seu eleitor está satisfeito com o andamento do seu mandato?

A cada dia tenho mais convicção que estamos no caminho certo, fiscalizando os gastos públicos e denunciando as irregularidades que encontramos. Com agenda constante de fiscalizações, conseguimos barrar a compra de carros oficias pela CLDF e a licitação para instalação de restaurante na Casa, após identificação de sobrepreço no processo licitatório. Nossa representação de sobrepreço na compra de cadeiras de rodas pelo Instituto de Gestão Estratégica da Saúde (IGES), foi acatada pelo Tribunal de Contas. Representamos o Ministério Público quanto a fraude na licitação dos uniformes escolares, contra o pagamento de indenização por transporte para Procuradores do DF e a suspensão dos contratos da Sanoli para o fornecimento de refeições nos hospitais; é o que meu eleitor espera de mim.

04) Você acha que o eleitorado do DF está satisfeito com sua conduta política?

Tenho visitado as cidades com meu gabinete itinerante, ouvindo as pessoas, colhendo demandas, sugestões, reclamações e denúncias. Minha impressão é a de que o eleitorado quer mais cuidado com a cidade, economia dos recursos públicos, transparência e coragem para enfrentar a corrupção e o corporativismo. Não à toa, temos tido o maior engajamento e crescimento nas redes sociais e na cobertura da própria mídia.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há 8 anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!