A secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, está enfurnada em seu gabinete com advogados e assessores, além da subsecretária de Marketing, Promoção e Eventos. Daniele Faria Lopes.

Sua agenda de hoje (15) foi cancelada. Motivo: estão tentando embasar uma justificativa para o Ministério Público de Contas do DF (MPC-DF).

O órgão fez cobranças à secretária sobre a campanha publicitária com o tema “Uma nova Brasília recebe um novo Brasil”.

Em ofício, o MPC pediu informações sobre a empresa responsável pela veiculação das peças. A matéria da cobrança foi publicada pelo Metrópoles dois dias atrás e deixou a secretária enfurecida.

Leia Também:  URGENTE: Bolsonaro teve celular invadido

O MPC também cobrou os eventuais gastos públicos com a publicidade e o modo de contração da despesa.

Aí que mora o problema: a secretária não teria justificativa. Ela garante que a peça publicitária foi algo “de graça”. Por qual motivo a gratuidade?

A secretária precisa explicar como a campanha teve custo de mais de R$ 40 mil e não teve todo o processo licitatório devidamente realizado, já que a lei estipula que licitações acima de R$ 8 mil deve ter o rito estritamente seguido, caso não seja para compras emergenciais, como de remédios, por exemplo.

rodape 255x95 - MP deixa secretária enfurnada e preocupada

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu