Por Felipe Fiamenghi
Quem diria que o arroz poderia subir tanto, né? Com a inflação na casa dos 2%, em alguns lugares, o aumento da cesta básica chega a 20%.
Mas… Espera aí. Eu disse isso!
Eu fico impressionado com o quão confortáveis as pessoas ficam, sentadas sob um barril de pólvora. Será que é tão difícil entender a fragilidade do nosso sistema?
Há anos, muitos anos, falo sobre a NECESSIDADE dos brasileiros entenderem a importância da PREPARAÇÃO DE SOBREVIVÊNCIA. Essa cultura sempre existiu em países como os EUA, por exemplo, e traz tanta independência ao cidadão que foi proibida na Venezuela, com penas rígidas para quem mantivesse suprimentos estocados em casa.
Sempre que falei sobre esse assunto, fui tratado como um doido paranóico que assistiu muito “The Walking Dead”.
Afinal, o que eu estava esperando? O fim do mundo? Um apocalipse zumbi?
Acho que uma pandemia mundial já é o suficiente…
É justamente a falta desta cultura, a fé cega no Estado, que permitiu que fossemos desarmados. Tentem tirar as armas dos americanos. Tentem proibí-los de construir seus abrigos anti furacão, com comida estocada para meses.
E olha que eles têm a FEMA. Nós, aqui, temos a Defesa Civil, que eu já vi casos onde não tinham UMA CORDA!!
E não precisamos chegar ao extremo de um “lockdown” global. Há 2 anos, tivemos uma greve de caminhoneiros, de 2 semanas, que ameaçou desabastecer todo o país. Podemos usar como exemplo, também, as ocasionais greves das PMs, quando o caos se instala, a violência dispara, os saques começam e a população fica refém dentro das suas próprias casas.
Não raro, em catástrofes de maiores proporções, o socorro “oficial” pode demorar horas ou até dias.
TENHAM CONSCIÊNCIA! Entendam que a comida não chega sozinha na prateleira, que o gás de cozinha não brota no pátio da distribuidora, que combustível não é fabricado no posto. PREPAREM-SE!
Eu sei que muitos brasileiros passam “apertado” com as contas e não conseguem “dobrar” as compras do mês. Não precisa! Façam aos poucos. Alimentos básicos, como arroz, feijão, farinha e muitos outros, podem ser ARMAZENADOS POR ATÉ 10 ANOS, seguindo procedimentos bastante simples, disponíveis gratuitamente na internet.
Se tiverem interesse, eu mesmo organizo um material sobre o assunto, que já estudo há quase uma década, e disponibilizo aqui.
Isso se chama CIVISMO. Se a maioria da população estiver preparada, se tiver um mínimo de autossuficiência, a sociedade fica “blindada” de certas situações. Isso vale para um aumento repentino no preço de itens básicos, para uma convulsão social, uma situação de desastre natural, ou sabe-se lá o que vem pela frente. Diminuímos a nossa vulnerabilidade.
NUNCA SEREMOS LIVRES, enquanto esperarmos que nossa sobrevivência seja garantida pelo governo. Não tem o menor sentido pedirmos uma redução do Estado, hoje, e amanhã defendermos tabelamento de preços ou qualquer outra interferência.
Se quisermos liberdade, antes de qualquer coisa, precisamos ter RESPONSABILIDADE sobre nossas vidas e de nossas famílias. As duas, afinal, andam de mãos dadas.
Portanto, PREPARE-SE (e, se possível, arme-se. Afinal, se o sistema “cair”, você precisará defender as suas preparações, seu patrimônio e sua vida).
O Brasil agradece e sua família também.
vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments