Por Marco Vicenzo

A Ministra do STF, Rosa Weber, decidiu nesta manhã (10.06) tirar o Governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima, da CPI da COVID. Wilson havia solicitado ao Supremo para não depor na CPI ou ter o direito de ficar calado. A Ministra concedeu o pedido e com um golpe só (decisão) tira a possibilidade dos Senadores investigarem não apenas o Governador do Amazonas, mas abre precedente para todos os Governadores dos Estados que tiveram desvios de verbas federais pularem fora desse barco furado.

Dois pesos e duas medidas (para Governistas)

Bem verdade que todas as palavras e atos do Presidente da República, quando confronta qualquer ideia do STF ou do Legislativo, é entendida pela grande mídia como afronta aos poderes e guerra institucional. Acontece que com essa decisão o Supremo coloca apenas o Governo Federal na reta da CPI e tira a possibilidade de responsabilização dos Governadores de Estado serem interrogados no Senado Federal. Ora, o próprio STF não determinou no início da Pandemia que era dever dos Governadores e Prefeitos – e não do Presidente – gerir, decidir e decretar sobre a situação pandemica? e agora ? Eles não devem ser, pelo menos, ouvidos sobre os desvios de verbas Federais?

Quem mandou amar demais? (para Oposicionistas)

Desde o início do mandato o Presidente Bolsonaro e seus filhos mostraram todo o seu encanto e afeto pelo Governador do Amazonas, Wilson Lima. Bolsonaro chegou a dizer que Wilson é seu “governador favorito”. Na primeira oportunidade, Wilson se debandou para o grupo de Dória (PSDB) e Witzel (seu amigo de partido PSC). Agora, com toda essa crise política sobre a Pandemia, Bolsonaro vai ter que colocar seus soldados para se explicar porque os Governadores estão fora desse barco furado. Será que todo o amor do Presidente com o Governador do Amazonas bem como as viagens de seus filhos (Eduardo e Flavio Bolsonaro) e os passeios por Manaus de barco as escondidas com Wilson Lima pode revelar alguma coisa comprometedora? E por que Pazuello deu guarida ao Governador Wilson concedendo até uma coletiva de imprensa juntos no Palácio do Planalto – quase de mãos dadas – quando deveria expor toda a verdade sobre os desvios de verbas federais enviadas ao Estado Amazonense?
Muitas questões que poderiam ser explicadas na CPI, mas o STF não deixou.

Resenha do Vicenzo

A ingratidão é um prato que se come sozinho. Wilson Lima (PSC) certamente será afastado em breve, não tem motivos para manter um Governo que tem crise na saúde, crise na segurança (recente), crise política e etc. O Amazonas vive uma crise geral e desesperadora enquanto o Governador toma sorvete no Brasília Shopping tranquilamente? Brasil, o País da impunidade, seguirá afagando seus carrascos ou alguma instituição da República vai tomar as rédeas do caos?

Nos momentos difíceis que os bons se destacam. Ou o Presidente da República acorda pra vida e larga Wilson Lima para os leões ou defende seu pupilo e afunda nossa Pátria para prestigiar um traidor. Acredito no amor do Presidente pelo País.. Ou seja, Wilson Lima está com prazo de validade vencido, só o Ministro Francisco Falcão (STJ) que ainda não decidiu se usa a caneta para qual foi designado ou deixa o clima esfriar para não expor sua figura.

Festa para uns e lástima para outros no DF

Com essa decisão certamente o Governador do DF não irá depor a CPI. Muito embora, acredito que ele deveria ir por livre e expontanea vontade para mostrar para NÓS, moradores do Distrito Federal e futuros eleitores que Ibaneis Rocha (MDB) não deve e nem teme.

Por outro lado a turma que tenta se viabilizar politicamente (Izalci, Reguffe, Leila, os Belmonte e etc) fica chupando dedo porque não vai ter mais festa no Senado.

A CPI ainda promete fortes emoções, vamos acompanhar..

Eu, Marco Vicenzo..
Pelo portal Rádio Corredor.

Deixe uma resposta