Secretário de Ibaneis sofre graves acusações

Uma quantia milionária aportada na Secretaria de Esportes do Distrito Federal está chamando a atenção do Governo Federal. As suspeitas partiram de um vídeo publicado no Instagram do recém eleito deputado Federal Luiz Lima. Ele é ex-nadador e ex-Secretário Nacional de Alto Rendimento.

Segundo a denúncia do parlamentar, aproximadamente R$ 101 milhões saíram do governo federal, com permissão do então presidente Michel Temer, para a Secretaria de Esportes, do governo de Ibaneis Rocha. Os dois são do mesmo partido.

Essa transação teria sido feita dia 20 de dezembro, em oito projetos.

“O fato, além de escandaloso, é digno de investigação profunda dos órgãos competentes”, disse o parlamentar em sua rede social. O caso já foi enviado para auditoria no governo federal, segundo o próprio deputado informou.

https://www.instagram.com/p/BsMBlwEAk2_/

Quem assinou o aporte financeiro no Ministério do Esporte foi Leandro Cruz, que a partir de agora é justamente o  secretario de Estado Esporte Turismo e Lazer do DF. Em novembro, Leandro Cruz já havia assinado mais R$ 10 milhões em outros projetos para o DF.

Enquanto isso, há dificuldades para dá suporte aos atletas brasileiros.

O Programa Bolsa Atleta em 2019 deve ter o cofre vazio. Mas esse valor, por exemplo, daria para pagar as nove parcelas em aberto e ainda sobrariam R$ 30 milhões, conforme divulgou o Globo Esporte.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Esportes do DF e aguarda retorno.