A juíza Maria Cristina de Lima Brito, da 6ª Vara Empresarial da Justiça do Estado do Rio de Janeiro, concedeu, nessa terça-feira (23), uma liminar (decisão provisória) que autoriza o Grupo Globo a adiar o pagamento de US$ 90 milhões (R$ 463 milhões, no câmbio atual) estabelecido no contrato de direitos de transmissão celebrado com a Fifa (Federação Internacional de Futebol) para o período de 2015 a 2022.

O pagamento deveria ser feito até 30 de junho. A emissora quer renegociar os valores do vínculo considerando a pandemia da covid-19 –doença causa pelo novo coronavírus–, que comprometeu o calendário do futebol internacional. O contrato em questão contempla a Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

Leia Também:  Jugo Desigual

As informações foram publicadas pelo UOL Esporte, que teve acesso à íntegra da decisão. A ação da Globo foi apresentada à Justiça em 16 de maio e julgada em caráter de urgência sob segredo de Justiça.

A magistrada concedeu liminar enquanto o contrato não é julgado na Justiça da Suíça, onde foi celebrado. De acordo com a decisão, caso o Banco Itaú, responsável pela intermediação do pagamento, debite o valor à Fifa, tanto a federação quanto a instituição financeira receberão multa de R$ 1 milhão por dia de descumprimento.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!