Nesta quinta-feira (13), o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) determinou o desbloqueio das contas bancárias do governador Ibaneis Rocha (MDB) e outras três pessoas.

O valor de R$ 106,2 mil chegou a ser bloqueado pela Justiça do Distrito Federal, em um processo que apura possíveis irregularidades na doação de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) pelo DF ao município de Corrente (PI), onde Ibaneis cresceu. O repasse foi feito em meio à pandemia de Covid-19.

A decisão, assinada pelo presente da Corte, ministro Humberto Martins, atende a um recurso de Ibaneis. Além dele, os outros três gestores beneficiados pela medida são:

  • Secretário de Saúde, Osnei Okumoto
  • Ex-secretário de Saúde, Francisco Araújo
  • Prefeito de Corrente, Gladson Mascarenhas (PP-PI)

Ibaneis afirmou que o bloqueio foi “desnecessário” e “ilegal”. Ainda de acordo com o governador, esse processo sobre a doação feita ao município ainda está no início e “não há nenhum indício de ilegalidade”.

Deixe uma resposta

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!