Uma virologista chinesa garante que a Covid-19 foi produzida num laboratório militar chinês.

Yan Li-Meng fugiu para os EUA por “temer que a matassem ou a fizessem desaparecer” após as várias ameaças de que foi alvo por ter informações sobre a investigação ao novo coronavírus.

A especialista da Universidade de Saúde Pública de Hong Kong afirma que “avaliou claramente” que a Covid-19 surgiu num laboratório vinculado ao Exército Popular de Libertação.

A descoberta foi feita numa análise à transmissão deste patógeno de humano para humano. A virologista não explica, contudo, como é que o vírus escapou do laboratório.

Recorde-se que a virologista alega que o “mercado de Wuhan foi usado apenas como um engodo” e que o Governo chinês sabia da existência e do perigo do novo coronavírus muito antes de anunciar oficialmente o surto em Wuhan. Além disso, relata também que os seus superiores ficaram em silêncio e ocultaram a sua investigação à Covid-19. As descobertas poderiam ter ajudado a salvar muitas vidas.

Leia Também:  Eleitor: você sabe o valor que o deputado tem?

Li-Meng Yan é especialista em virologia e imunologia. Era uma das virologistas encarregues de estudar o coronavírus, até que as suas descobertas a levaram a fugir da China para os Estados Unidos.

Após as suas denúncias, a Universidade negou que a profissional tenha realizado uma investigação sobre a transmissão da doença de humano para humano. Disse ainda que as suas afirmações não estão “de acordo com os factos-chave”.

 

*Informação da Gazeta Web-G1.
vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments