A falta de infraestrutura é um dos motivos para que médicos peçam exoneração da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

Segundo dados da Secretaria de Saúde ao Rádio Corredor informa que de janeiro a março deste ano, 12 médicos pediram para deixar o cargo.

Em 2017, o total de pedidos foi de 178 profissionais. Além da infraestrutura, a distância do local de trabalho também motiva o desligamento.

Leia Também:  Em três meses, filho de Campanella tem 'reajuste salarial'

Não há nada de efetivo para melhorias, por enquanto. Mas a pasta diz que está concluindo o dimensionamento da rede, parametrizando os serviços existentes e possíveis expansões para novas contratações.

Numa conta superficial, 12 médicos com carga de 20 horas semanais poderiam realizar 960 atendimentos por semana, num média de 15 minutos cada consulta. Seriam 3.840 por mês.

É muita coisa, não?.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu