Em representação, o Ministério Público de Contas do DF pediu ao Tribunal de Contas do DF que o Instituto de Gestão Estratégica do DF (Iges-DF) dê explicações sobre o acúmulo de cargos da superintendente das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Emanuella Ferraz. Ela chegou a ser aprovada para o cargo de vice-presidente da instituição, mas não assumiu. Segundo o MPC-DF, denúncias apontam que ela acumlou três funções públicas ao mesmo tempo sem nem sequer haver compatibilidade de horários. O Iges-DF abriu processo de investigação para apurar o caso. A coluna não conseguiu contato com ela.

Leia Também:  Frejat e os bodes na sala

 

Com informações de Alexandre de Paula
vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!