Após sua exoneração, publicada no Diário Oficial de ontem (14), a ex-administradora do Guará, Vânia Gurgel, conversou com a reportagem do Rádio Corredor.

Vânia revelou que foi surpreendida com seu desligamento da administração. “Estávamos juntos no domingo num evento em Taguatinga no dia das mães. Hora nenhuma fui comunicada. Quando acordei o deputado (Rodrigo) Delmasso me explicou o motivo”, disse.

Segundo ela, a motivação teriam sido as exonerações comandadas por ela na administração. Não especificou se eram nomes apadrinhados por Delmasso

“Durante esses cinco meses fiz o que era certo e hora nenhuma pensei em prejudicar ninguém, o objetivo foi dar andamento nos trabalhos da Administração”.

Vânia Gurgel fez duras críticas.

“É uma pena que neste sistema você pode dar tudo de você. Mas se você fazer (sic) alguma coisa, mesmo que seja para o bem dos trabalhos, você é punido (punida)”.

Ela garante não ter saído com mágoas e agradeceu ao Delmasso e Ibaneis Rocha. “Essa pequena mulher foi eles desde que tudo começou”, frisou.

Este post tem 2 comentários

  1. Sueli Pinheiro

    VERDADE VANIA GURGEL! O SISTEMA E BRUTO. PESSOAS COMO NÓS GUERREIRAS NAO ESTAMOS ACOSTUMADAS COM ISSO! TEMOS UM NOME A ZELAR! PARABÉNS GUERREIRA DEUS SABE O Q FAZ! ABRAÇO!

Deixe uma resposta

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.