sinpro - As greves e a pesada mão da máquina pública

Uma frase é sempre pronunciada no meio político: “com a máquina pública ninguém briga”. Essa é uma das frases mais exatas da política e as greves estão retratando fielmente esse dito. O governo é muito poderoso, aparelhado e tem toda estrutura para combate e bater de frente a toda essa estrutura é um imenso prejuízo. 
Os sindicatos que travam e travaram essa guerra de nervos com o Governo do Distrito Federal (GDF) sentiram na pele e nos lombos o aparelhamento judicial e todas as forças contrárias ao movimento, inclusive parte da mídia. 
Quer um exemplo desse poder? As milionárias multas que chegavam aos R$ 400 mil, além do corte de ponto. Medidas que abalam emocionalmente os sindicalistas e mexem diretamente no bolso do servidor. Como o grevista terá tranquilidade se no final do mês a sua conta estiver vazia? 
Falar que o Sindicato dos Professores se acovardou é mais que injusto. Os sindicalistas simplesmente sentiram a mão pesada da gigante máquina pública e foram obrigados a recuar. 
Ás vezes, na vida, para enfrentar um problema, dar um passo atrás é importante. O fim das greves passam por essa máxima. O único derrotado nessa história de fato e direito foi o cidadão. 
Sem mais…
Fonte: Redação 
vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments