dete - As nominatas e o conto da grana fácil

Na construção das nominatas principalmente a deputado distrital sempre entra a conversa da bufunfa. O famoso “quem dá mais.” Tudo para seduzir os candidatos que se acham a última bolacha do pacote. Alguns partidos nanicos estão usando desse expediente como se fossem partidos grandes. 
Alguns seres enrolados loucos por um foro privilegiado estão oferecendo mundos e fundos. O intuito é cooptar os “bois de piranha”. O telefone dos inocentes pré-candidatos transvestidos de espertos não param de tocar. Só que depois do dia 7 de abril eles sentiram um pouco da falta do assédio e saberão o verdadeiro sentido da expressão “empurrar com a barriga.
Esse texto pode ser resumido assim: o cara para conquistar a mina, emagrece fica com a barriga tanquinho e quando consegue seu objetivo, o sujeito casa. Depois da conquista ele fica barrigudo, barbudo e maltrapilho. Doce ilusão. 
Portanto, se alguém tiver te oferecendo dinheiro, a torto e direito pode ter certeza você estará recebendo grana de caixa dois e o Tribunal Regional Eleitoral(TRE) irá te pegar. Essa questão pode deixar muita gente em maus lençóis ou a ver navios na campanha.
Algumas maneiras corretas de financiamento de campanha: 
– Recurso próprio e de acordo com a sua renda 

– Financiamento partidário 

– Sistema de vaquinha virtual, a famosa  arrecadação via internet 

Fonte: Redação 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu