Dizer que os militares estão em evidência na política não seria exagero nenhum. Vide a origem do presidente da República e o seu plantel de assessores na Esplanada. Mas no esporte nossos militares brasileiros sempre estiveram, e com ótimos desempenhos.

Entre os dias 8 e 18 de agosto deste ano, na China, ocorre a sétima edição dos Jogos Mundiais Militares.

Atualmente, os Jogos Mundiais de Policiais e Bombeiros (World Police and Fire Games), é a segunda maior competição do mundo em número de atletas. São mais de 10 mil inscritos em diversas modalidades, perdendo apenas para os Jogos Olímpicos, demonstrando sua importância mundialmente.

Na competição, o futebol de campo masculino do CBMDF, será representado pelos atletas do Clube dos Bombeiros do Distrito Federal.

Esta será a segunda participação da equipe. A primeira ocorreu em Los Angeles – Califórnia – EUA em 2017 Alcançando a 4ª colocação. Abaixo um vídeo com trechos da participação dos nossos atletas e com a trilha sonora (foda) do Queen.

Leia Também:  Já são 118 dias

O evento acontece a cada dois anos em diferentes países, com o objetivo da integração e competição da segurança pública mundial.

O objetivo da equipe é retomar a representatividade dos bombeiros no cenário do futebol nacional e internacional buscando o título da competição.

O primeiro desafio deste grupo, no entanto, é angariar recursos em forma de patrocínio para passagem, estadia, e manutenção no período do evento.

Se você tem interesse em participar desse projeto, ou sabe de alguma empresa que tenha interesse em elevar o nome da empresa nacional e internacionalmente, entre em contato pelo telefone (61) 98550-3189 falando com Rangel ou em seu email: [email protected]

Você pode falar nos seguintes contatos:

Helder 984951476
[email protected]
Instagram da equipe @bombeirosbsb

Por Gabriela Vieira

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Elton Santos

Elton Santos é formado em jornalismo e atua na área política do Distrito Federal há oito anos, sempre buscando os bastidores do poder. Já passou por redações e assessorias na capital federal
Fechar Menu