Uma investigação do Ministério Público do DF desbaratou um esquema de corrupção nas construções e instalações de Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

Quem capitaneava? O ex-governador Sérgio Cabral, já preso pela Operação Lava Jato.

Já foram presos os ex-secretários de Saúde do DF Rafael Barbosa e Elias Miziara, o ex-secretário adjunto da pasta Fernando Araújo e o ex-subsecretário José Falcão.

Eles são acusados na denominada Operação Conteiner de esquema ilegal na contratações da empresa Metalúrgica Valença Indústria e Comércio Ltda., realizadas pela Secretaria de Saúde do DF para entrega de materiais e montagem de UPAs.

O esquema teria começado no Rio com Cabral. Ele queria expandir para todo o País e achou o DF uma terra fértil. Miziara e Barbosa teriam recebido propina de R$ 1 milhão.

Há suspeitas de envolvimento do ex-secretário de Saúde do Rio, Sérgio Cortes, do empresário da área de produtos médicos hospitalares, Miguel Iskin, Ronald de Carvalho e Arthur Cézar de Menezes Soares Filho, mais conhecido como Rei Arthur.

Somados, os valores totais da corrupção dão R$ 144 milhões.

A Saúde, de novo, é alvo dos sanguessugas.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Elton Santos

Elton Santos é formado em jornalismo e atua na área política do Distrito Federal há oito anos, sempre buscando os bastidores do poder. Já passou por redações e assessorias na capital federal
Fechar Menu