Os créditos do Cartão Material Escolar começam a ser depositados nesta sexta-feira (5). No primeiro lote, recebem aqueles que já possuem o cartão físico, entregue no ano passado, e cujas famílias ainda fazem parte do programa Bolsa Família, do governo federal, no ano de 2021. Para quem está na educação infantil e no ensino fundamental, o auxílio é de R$ 320. Estudantes do ensino médio recebem R$ 240. As aulas começam no dia 8, de forma remota, e, mesmo para atividades em casa, muitos materiais são necessários.

As listas dos materiais foram atualizadas e aprimoradas. Neste ano, permanece incluído o chip para dispositivo móvel, que viabiliza a instalação do aplicativo Escola em Casa DF, necessário para acesso à plataforma Google Sala Aula com os pacotes de dados pagos pela Secretaria de Educação.

A diversidade de opções é grande, para que todos acompanhem as aulas com tranquilidade, sem ter de se preocupar com a falta de nada. Os itens vão desde jogos, pedagógicos, brinquedos, caderno, cartolina, lápis de cor e papel A4, como também mochila, agenda, calculadora de bolso, pen drive, dicionários de português, inglês e espanhol, a depender de cada etapa. Tudo foi elaborado pelas equipes pedagógicas da Secretaria de Educação, com base no currículo adotado pela rede.

Leia Também:  Aconteceu: Rollemberg foi defendido

Também houve aumento no número de produtos em relação ao ano anterior. Na educação infantil, eram 45 itens e agora são 47. No ensino fundamental – anos iniciais, eram 46 produtos e hoje são 49. Nos anos finais, de 28 itens, o total aumentou para 29. No ensino médio, eram 23 e agora são 25. Para a educação especial, são 171 itens.

Os valores podem ser usados nas papelarias cadastradas no programa em todo o DF. Para conferir se o crédito foi feito, basta ligar no 156, opção. Neste primeiro lote, são beneficiados 59.671 estudantes de 38.152 famílias. O total investido é de R$ 18.348.480,00.

Pagamento

Os créditos são feitos em três lotes. Após este primeiro, ainda em março, será a vez dos novos estudantes que se matricularem no prazo regular. A terceira fase vai contemplar os novos estudantes que efetivarem matrícula no período de vagas remanescentes e tem previsão para abril. Em ambos os casos, o BRB irá confeccionar os cartões e a Secretaria de Educação vai divulgar, oportunamente, a forma de entrega e as datas de pagamento.

Em 2020, o cartão Material Escolar atendeu mais de 106 mil estudantes de 68 mil famílias, com investimento de R$ 33 milhões.

➠ Veja a lista de papelarias cadastradas

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!