A segunda fase da Operação Abate entrou em ação nesta manhã. O alvo da vez: a Companhia Energética de Brasília (CEB). A operação da Polícia Civil contou com o apoio do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), que cumpriram três mandados de prisão temporária e seis de busca e apreensão nas residências e nos locais de trabalho de funcionários da Companhia.

A operação é deflagrada após nove meses de investigação. Segundo apurações da PCDF, o grupo tem, pelo menos, seis núcleos. Eles cobravam valores para oferecer serviços como se fossem trabalhos particulares, mas que eram executados formalmente pela CEB. Serviços estes que vão desde a adulteração dos medidores de energia elétrica até o fornecimento de luz em obras embargadas, mediante pagamento de propina. A primeira fase aconteceu em outubro do ano passado,

Leia Também:  Candidatos ao Palácio do Buriti errados

 

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há 8 anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!
Fechar Menu