No dia em o líder máximo do PCC, Marcola, chega à Brasília, o Ministério Público do Distrito Federal e a Polícia Civil realizaram a Operação Continuum.

Foram 14 mandados de prisão e de busca e apreensão contra sete integrantes de organização criminosa com atuação no sistema prisional.

As medidas foram autorizadas pelo Juízo da 5ª Vara Criminal de Brasília e executadas no Distrito Federal e em São Paulo.

Esta é a sétima operação voltada ao enfrentamento das atividades de facções criminosas.

Leia Também:  Coluna do Celson Bianchi

O nome faz referência ao contexto investigatório que fundamentou a intervenção, iniciado com a Operação Fora do Ar.

À época, inclusive, foi deflagrada em curto período de tempo em razão do planejamento de incêndios em transportes coletivos e atentados contra autoridades e servidores públicos locais pelos membros do grupo criminoso.

Ibaneis Rocha classificou a vinda de Marcola de “inadmissível”. A cúpula da Segurança Pública do DF está em alerta máximo.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu