Um projeto de lei protocolado na Câmara Legislativa quer criar o programa Ronda Maria da Penha no Distrito Federal para proteger, de fato, as mulheres.

Com a falha na segurança das mulheres, principalmente as que estão com medidas protetivas, a proposta, de autoria da deputada distrital Arlete Sampaio (PT), prevê alguns mecanismos para amenizar esse cenário.

O programa, segundo o PL, terá uma parceria entre a Secretaria da Mulher e Secretaria de Segurança Pública. Além disso, podem ser envolvidos no programa profissionais de saúde e assistência social.

Números absurdos

Em janeiro deste ano, foram 1.242 registros de violência doméstica no DF, sendo 4 feminicídios e 8 tentativas. Muitas dessas vítimas encontravam-se com medidas protetivas.

Leia Também:  Suplentes rebeldes

Como funcionaria o programa?

– Por meio de visitas regulares da Polícia Militar às mulheres vítimas de violência;

– Os dias e horários serão alternados, inclusive nos finais de semana e feriados;

– As viaturas deverão ser identificadas com o nome do programa.

– Os integrantes das equipes da Ronda deverão passar por constante formação, capacitação e sensibilização;

– As visitas serão realizadas de acordo com cronograma que será montado a partir de cadastro a ser atualizado pela Justiça.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luiz Camilo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luiz Camilo
Visitante
Luiz Camilo

Gostei da proposta as mulheres vem sofrendo muito com violência doméstica realmente elas precisam de mais proteção.

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.