As escolas públicas do Distrito Federal devem receber esse semestre um repasse de R$ 67,7 milhões do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF). Ao todo, são 693 centros de ensino.

Desse valor, R$ 5,6 milhões são de dívidas deixadas pelo governo de Rodrigo Rollemberg, que não realizou os repasses da segunda parcela do programa de 2018 para 220 escolas.

O mais curioso é que as escolas enviaram a documentação exigida pela legislação, segundo informações do atual governo.O pagamento dessa dívida começou ontem e deve ser finalizado até sexta-feira (25).

Leia Também:  3 em 1 no HRAN. E o povo que se...

O secretário de Educação Rafael Parente disse ter recebido garantia do antigo chefe da Pasta que regularizaria o débito até o fim da transição, o que não aconteceu.

Das escolas do DF, 267 unidades não embolsaram os valores, porque não entregaram as informações ao governo no prazo. 211 colégios, sim.

Existe a possibilidade de se criar uma terceira parcela do PDAF para pagar as escolas atrasadas. Porém, segundo informa Parente, os recursos  ainda não estão consolidados. As informações são do Correio Braziliense.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] por volta das 14h30, Rollemberg postou em seu Twitter uma imagem indicando os valores do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) repassad… – veja […]

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.