Já se aproximam as eleições do Conselho Tutelar. Antes de descer a porrada, algumas coisas que deixo bem claro.

O papel do conselho tutelar na sociedade é fundamental e sim, há pessoas dedicadas nessa área que são eleitas e viram verdadeiros sacerdotes na proteção das crianças que ficam fragilizadas. Ponto.

Agora vamos falar a verdade. Essas eleições de conselhos tutelares são uma piada. A maioria que está se candidatando só o faz por causa do salário ou para marcar o território político.

O que vemos são aliados de todos os tipos de político comprando votos na cara dura e numa disputa política para ver quem estará bem na fita em 2022. Estou mentindo?

Leia Também:  Administração resolverá problema que denunciamos

Porque o direto das crianças e adolescentes está em segundo plano. A vaidade de ter votos e mostrar que tem poder eleitoral são as estrelas desse pleito, que serve mais para o estado gastar do que ser uma coisa democrática.

O brasileiro comum só irá votar por causa de algum amigo ou ajudar alguém. As pessoas do dia-a-dia estão dando de ombros para essa patifaria. Ainda mais que o voto não é obrigatório.

Não generalizando, mas a maioria dos que concorrem a essas eleições só querem o salário, poder eleitoral e barganhas.

A quem se importar com a verdadeiro sentido do pleito, uma boa sorte.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.