Caso um projeto de lei protocolado pela deputada federal Érika Kokay (PT) seja aprovado, o governador terá muito que agradecer à petista.

Na sexta-feira (29/3), ela protocolou um PL alterando a Lei do Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF).

No texto, o objetivo é fazer com que o produto do imposto de renda e proventos de qualquer natureza, incidente na fonte, sobre rendimentos pagos, a qualquer título, com recursos do FCDF, pertença ao DF.

Para quem não se lembra – Ibaneis suou frio com isso -, o Tribunal de Contas da União revogou medida cautelar que permitia ao GDF, desde 2010, utilizar os recursos do Fundo.

Leia Também:  Tartaruga no ar

E determinou que o Ministério da Fazenda deixasse de cobrar ou reter o imposto das forças de segurança do DF, independentemente de o salário das categorias ser custeado pelo FCDF.

Com isso, o GDF teria que devolver R$ 10 bilhões ao Governo Federal. Além de não poder usar a arrecadação anual de R$ 700 milhões.

O DF perderia muito. Principalmente a população.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Serginho Moro Barros Bolsonaro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Serginho Moro Barros Bolsonaro
Membro
Serginho Moro Barros Bolsonaro

Erika kokay aquela que virou ré por querer se apropriar do salário de um assessor?

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu