Após a confusão no pré-carnaval, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha, decidiu mudar a programação na Esplanada dos Ministérios e rever o modelo de carnaval anunciado no começo do mês. Atrações nacionais, como Psirico, Elba Ramalho e Bloco da Preta Gil, foram canceladas.

A festa pré-carnavalesca resultou em uma morte por esfaqueamento e dezenas de registros de violência. Ônibus e Metrô também foram o alvo. O saldo do vandalismo foi: dois ônibus e oito trens depredados na noite de sábado (8/2).

Leia Também:  Ibaneis, o mecenas que rachou a direita

O bloco Quem Chupou Vai Chupar Mais informou que o evento reuniu mais de 90 mil pessoas e contou com um total de 240 seguranças, 60 brigadistas, seis UTI’s móveis e dois postos médicos. Mas não foi o suficiente para conter a violência no local.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!