Corria tranquila a audiência com a ministra de Direitos Humanos no Senado Federal, Damares Alves, até a intervenção da senadora Leila do Vôlei, quer dizer, Barros (PSB/DF).

A parlamentar questionou sobre se a ministra seria ministra ou pastora e se as bandeiras relacionadas às mulheres e LGBTI teriam o tratamento devido por ela.

No meio da pergunta, surgiram vozes no meio dos presentes citando sua atuação pré-senado.

Nem todos ouviram, mas pela alteração de humor e resposta da senadora, a representatividade dela foi colocada em xeque.

Leia Também:  Ibaneis apresenta queixa-crime contra Renan Sena

Ao que ela rebateu “que entrou pela porta da frente como todos os parlamentares presentes” e que representou sim, como jogadora, os brasileiros, Brasil afora.

Depois disso, a reunião voltou à calmaria de antes. E, em tempo, a senadora ficou satisfeita com a resposta da ministra.

 

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
WANDER MACIEL
WANDER MACIEL
1 ano atrás

Essa senadora e uma berracao

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.