Aproximadamente 20 mil novas unidades de habitação vão sair do papel até 2021. A previsão é da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF), que, só em 2019, primeiro ano da gestão do governador Ibaneis Rocha, entregou 808 unidades a famílias com renda de até R$ 1,8 mil.

A projeção para o próximo ano tem como respaldo projetos da Codhab que já estão em andamento e outros novos. O Itapoã Parque, para o qual estão previstos 12.112 apartamentos, é um dos destaques desses projetos. Além disso, serão entregues os apartamentos restantes dos residenciais Parque dos Ipês (Crixá/ São Sebastião) e Parque do Sol (Sol Nascente).

Leia Também:  O "queridinho" do governador

Os novos editais para a construção de unidades habitacionais preveem 930 em Sobradinho, 500 no Gama, 500 em Santa Maria, 528 no Recanto das Emas, 1.736 no Riacho Fundo II 3º Etapa e 1.218 no Sol Nascente Trecho II .

“O grande concorrente da grilagem é o governo”, destaca o presidente da Codhab, Wellington Luiz. Com a oferta ampliada de habitações, o governo firma seu engajamento no combate à grilagem de terras, bem como ao déficit habitacional, atuando na melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e na garantia do direito à moradia.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há 8 anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!