O Ministério Público vai acompanhar a organização do carnaval no Distrito Federal, em 2019.

A Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão (PDDC) teve um encontro com 14 líderes comunitários, entre os quais prefeitos, membros de Conselhos e síndicos de blocos da Asa Sul e Norte.

Preocupações dos moradores em relação à segurança e aos impactos dos eventos carnavalescos que serão realizados, principalmente aqueles situados nas áreas residenciais foram o norte da conversa.

Problemas ocorridos em carnavais anteriores foram apresentados à PDDC.

Os relatos incluem excesso de barulho, lixo, trânsito e ocorrências policiais. Segundo a Associação de Moradores da SQN 202/402, 14 blocos carnavalescos se reúnem na área.

Leia Também:  Bloco dos novatos

Os representantes comunitários relataram que o Carnaval que foi realizado no Eixo Monumental teve grande adesão e ofereceu mais segurança aos foliões.

Para o procurador Distrital dos Direitos do Cidadão, José Eduardo Sabo Paes, “o Carnaval é um evento festivo da maior relevância, mas só pode ocorrer se houver um suporte técnico operacional suficiente para manter a tranquilidade da população”.

Com informações do MPDFT

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu