MP investiga denúncias de desvio de madeira

O promotor de Justiça Alexandre Gonçalves, da área de Defesa do Patrimônio Público e Social, abriu investigação para apurar denúncias de desvio de madeira de propriedade da empresa em liquidação Proflora S/A Floresto e Reflorestamento, na região de Brazlândia, com possível participação de agentes públicos. Ele enviou ofício com pedido de explicações ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), à empresa Proflora, à Administração Regional de Brazlândia e também para a Associação dos moradores do Capão da Onça Administração Regional (Ampruco), envolvidos na retirada e transporte dos pinheiros e eucaliptos.