O Tribunal de Contas do DF afirma que o ex-diretor do DFTrans, Léo Cruz, prestou informações falsas a respeito da prestação de serviços de comercialização de créditos pela Viação Pioneira.

A decisão foi publicada no Diário Oficial de sexta-feira (26).

O órgão apura irregularidades na prestação do serviço de bilhetagem automática, sem cobertura contratual pela empresa Pioneira. Léo, que hoje trabalha no governo do Espirito Santo, também recebeu uma multa de R$ 34 mil.

Leia Também:  Alírio acelera pré-candidatura

Seu chefe de gabinete, à época, também foi multado em R$ 27,8 mil e também teria prestado informações falsas.

O TCDF informa que o processo continua em tramitação neste Tribunal. 

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.