maismedico - O outro lado da moeda
Achei esses números interessantes. O Mais Médicos deu certo no Distrito Federal. De acordo com a coordenadora do programa na Secretaria de Saúde, Cleunici Godois. No primeiro ano de adesão ao programa, o Ministério da Saúde enviou 60 profissionais para atuar no DF. Em 2014, o quantitativo aumentou para 70 e, em 2015, subiu para 108. A coordenadora esclarece que os profissionais são enviados especificadamente para atuar como médicos da família.
Mas o que eu quero chamar a atenção nessa postagem é que esses médicos cumprem rigorosamente as suas cargas horárias. Diferente de alguns profissionais da rede pública que assinam o seu ponto e deixam os pacientes padecendo nas emergências dos hospitais. 
Outro item curioso nesses números é que a maioria dos profissionais são compostos por brasileiros. Já os cubanos estão firmes e fortes, além de estarem bem adaptados ao DF e à rede pública.

Renovação – Um novo edital do programa foi aberto pelo Ministério da Saúde. A intenção é que os municípios e estados possam aderir ou receber novos profissionais. O Distrito Federal já está com a documentação em andamento, que devem ter sido entregue até o dia 13 de julho. Vamos conferir.
Resumo da Opera – Nem tudo é pau e pedra. 

Fonte: Redação

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu