A Controladoria-Geral do DF apura possíveis prejuízos R$ 5 milhões (arredondado) num contrato entre a Secretaria de Planejamento e a empresa OI.

O caso foi analisado no Tribunal de Contas do DF. O relator deu parecer julgando o contrato como irregular.

Segundo ele, não houve comprovação da execução total dos serviços de transmissão de dados da rede GDFNET e atendimentos da central 156.

Leia Também:  As motos do escárnio

O contrato refere-se ao período de janeiro a dezembro de 2007.

Em tempo, muitos clientes da OI tem reclamado das contantes quedas e irregularidades do sinal de internet da empresa, tanto em empresas periféricas, como na região central de Brasília.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu