A imagens dos policiais militares em um estabelecimento do Itapoã flagrados bêbados, ganharam o mundo, com o advento da internet a imagem forte logo ganhou o planeta. O caso é notícia por todo o canto.

Esse casos dos policiais está gerando vários debates, um deles é o alcoolismo que atinge todas as camadas da sociedade. Vai da alta classe social ao mais pobre. Ninguém está livre desse mal que pouco é debatido na sociedade.

As imagens dos policiais militares só chocaram porque eles estavam fardados e correndo risco, algo mais grave poderia ter acontecido no local que eles estavam. Felizmente não aconteceu.

Não tenho dúvidas que a dupla de policiais no seu dia a dia são pessoas pacatas e ótimos profissionais. Eu com minhas palavras jamais irei julgá-los, até porque já tive problemas com bebida e perdi meu pai por causa disso. Portanto, não consigo apontar o dedo para eles.

Sobre as punições, a dupla já foi punida o suficiente. Já que estão sendo expostos perante a sociedade.

Leia Também:  Frente partidária se une para 2018

Eu na situação deles, não teria vergonha de tudo que está acontecendo. Certamente usaria isso para a minha redenção. Eles simplesmente receberam um aviso da vida sobre o uso do álcool. Não tenho dúvidas que a conduta deles sem a bebida deve ser a melhor possível, a repercussão do vídeo logo passa, o legal vai ser tirar uma lição de tudo isso.

Os policiais militares estão presos administrativamente em batalhões diferentes. Que o Comando Geral e a Corregedoria da Polícia Militar do DF, que investigam o caso, não pesem tanto as mãos nesses profissionais, já foram punidos o suficiente. Quem nunca errou na vida?

Fica o debate: como anda a saúde mental dos nossos profissionais? Os dois policiais podem até dizer que não são alcoólatras, entendo. Mas a bebida e alguma fraqueza pessoal os colocou nessa situação.

Admitir uma fraqueza não é nenhum tipo de vergonha.

 

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Márcio Eduardo
Márcio Eduardo
7 meses atrás

Parabéns.

Margarete
7 meses atrás

E muito triste a situação mesmo que possam ter uma ajuda especializada para resolver o problema.. infelizmente não e um único caso ,há muitos profissionais de segurança doentes.

Carlos Mackalister
Carlos Mackalister
7 meses atrás

A atitude pode ser imoral mas não ilegal. Nos regulamentos que regem os policiais militares, não há esta tipificação. Fora de serviço e fora de ambiente militar, mesmo fardado, não há que se falar em prisão disciplinar. Os militares não se apresentaram embriagados para o serviço ou, não se embriagaram em serviço, estavam em tese, de folga. Você foi perfeito quando disse que eles já haviam sidos naturalmente punidos, pela exposição do caso. Fato. O problema é que alcoolismo é doença e alguns olhos vêem mas não enxergam. O mais viável seria apresentá-los ao CASO da PMDF, para tratamento. Já… Read more »

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.