Um vídeo espalhado nas redes sociais ontem (6) mostra um policial no Hospital de Brazlândia procurando por médicos. Segundo ele, à pedido dos próprios pacientes. Como de costume, a unidade estava cheia, mas com atendimentos restritos.

A Secretaria de Saúde foi questionada pela reportagem e emitiu a seguinte nota:

A direção do Hospital Regional de Brazlândia (HRBz) esclarece que os profissionais que aparecem no vídeo, dois são dentistas e um é ginecologista que cumpre 18h, precisa descansar 6h, para voltar a cumprir a escala de mais 6h.

Como não havia demanda de odontologia, os profissionais estavam em descanso, no aguardo de novas demandas. Na terça-feira (5) e quarta-feira (6), dois clínicos estavam escalados para cada turno de plantão, atendendo somente casos classificados como vermelho, laranja e amarelo, ou seja, pacientes graves ou com possibilidade de tornarem-se graves em caso de não atendimento. Além disso, atendiam a pacientes internados na enfermaria do Pronto Socorro e no box de emergência.

Pacientes classificados como verde, ou seja, sem gravidade, podem procurar a unidade básica de saúde, que volta a funcionar normalmente nesta quinta-feira (7).

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jose Nilton
Jose Nilton
1 ano atrás

Ginecologia é uma especialização da medicina, para tanto é necessário que o profissional seja formado em medicina (Clinico-geral), sendo assim ele está habilitado para atender outras demandas que não seja ginecológica, afinal de conta ele é formado em medicina geral e não apenas em atendimento a mulher. O Ginecologista não atende apenas problemas relacionado ao aparelho reprodutor feminino, ele é um profissional com qualificação médica tanto clínica quanto cirúrgica, e nesse dia no hospital de Brazlândia tinha muitas mulheres aguardando atendimento clinico. Quanto aos cirurgiões-dentista, a secretaria deveria rever a escala, por que se tem 2 sem fazer nada em… Read more »

trackback

[…] ENTENDA O CASO AQUI […]

Ronan Soares
Ronan Soares
1 ano atrás

Acontece a mesma coisa na Clínica da Família e na UPA do Recanto das Emas. Os dentistas principalmente ficam ali sem nada fazerem, pois quem controla o atendimento e as vagas são eles mesmos. E só atendem talvez se o cidadão tiver sangrando com a boca caindo, pois se for um caso só de fazer canal eles pedem para o cidadão procurar um dentista particular. Durante basicamente todo o dia eles ficam assim mesmo.

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.