As palavras do deputado distrital Daniel Donizet (PSL) causaram tensão entre o Legislativo e Executivo. Ontem (23) ele chamou a administradora do Gama, Juliana Navarro, de “doente mental”, além de outros termos – clique aqui.

Além da administradora, a Secretaria da Mulher publicou uma nota repudiando a atitude do parlamentar. Veja a nota abaixo:

NOTA DE REPÚDIO

A Secretaria de Estado da Mulher vem, por meio desta nota, manifestar seu total repúdio ao ato de intolerância e machismo ocorrido na Câmara Legislativa do Distrito Federal durante a sessão ordinária de ontem (23/04).

Leia Também:  Exoneração de administrador teve até fogos de artifício

Em um discurso inflamado e adjetivado o deputado distrital Daniel Donizete usou a tribuna para agredir verbalmente a administradora regional do Gama, Juliana Navarro.

Ao chamar a gestora pública de “débil mental” e ordenar “engula as palavras” o deputado Daniel Donizeti reproduziu um padrão de comportamento autoritário e machista.

Diante de tantas violências contra as mulheres que acompanhamos no Distrito Federal não podemos naturalizar esse comportamento vindo de um representante do povo que deve servir de exemplo para a população.

Ericka Filippelli
Secretária da Mulher do GDF

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sueli Pinheiro
Sueli Pinheiro
1 ano atrás

A FALTA DE RESPEITO E DE CONSIDERAÇÃO COM O SEU PRÓXIMO E O FIM! AS MULHERES TEM MESMO Q UNIR FORÇAS E FAZER A MEGA DIFERENÇA! REPUDIAR E LUTAR UNIDAS SEMPRE. JAMAIS PODEREMOS SER RIVAIS POR SEREM TODAS IGUAIS! SOMOS A MAIORIA NAO PODEMOS JAMAIS ADMITIR ISSO! PAZ!

Sueli Pinheiro
Sueli Pinheiro
1 ano atrás

CORRETO O REPUDIO!

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.