Estudantes da Rede Pública não serão submetidos às tradicionais provas aplicadas pelos professores em sala. As aulas começam, portanto, em 10 dias.

O programa Escola em Casa DF, elaborado na gestão do ex-secretário João Pedro Ferraz, exonerado ontem, como informamos em primeira mão (18), no entanto, seguirá a mesma linha no comando da nova secretária, Carolina Louzada .

De acordo com as diretrizes, os alunos terão três opções de ensino para que o acesso possa ser universal. Entre elas: teleaulas e a plataforma digital.

“As avaliações de rendimento ocorrerão por meio da entrega e análise das atividades propostas pelos professores. Os estudantes que por acaso não foram contatados pelas suas escolas devem procurá-las para buscar meios de acesso às opções ofertadas”, lembra a Secretaria de Educação.

vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há nove anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!