O vídeo de Maju Coutinho está dando o que falar. Desde ontem a jornalista vem sendo criticada nas redes sociais por uma declaração feita na edição de terça-feira (16) do “Jornal Hoje”. Ao comentar as restrições sanitárias contra a covid-19, Maju afirmou:

“Os especialistas são unânimes em dizer que essas são medidas indispensáveis agora para conter a circulação do vírus. O choro é livre, não dá para a gente reclamar, é isso que tem.”

A repercussão foi tanta que “O choro é livre” e “#GloboLixo” chegaram à lista de assuntos mais comentados do momento no Twitter. Para os críticos, a fala foi insensível com quem passa por dificuldades econômicas em decorrência da pandemia.

Leia Também:  STF x Liberdade de expressão é tema de live

O assunto também esquentou no meio político do DF. As deputadas Bia Kicis (PSL) e Júlia Lucy (Novo) comentaram o assunto em suas redes sociais.

Passando fome? Desempregado? Precisou fechar seu negócio? Depressivo em casa? “O choro é livre”. Que absurdo, Maju Coutinho! Quanta indiferença”, disse Bia Kicis

É fato que o comentário da jornalista foi infeliz. Maju deve um pedido de desculpas aos brasileiros que ficaram sem os seus empregos durante a pandemia.

Ela escancara todo seu desprezo e indiferença com os pais de família mais humildes que nem sequer conseguem colocar comida na mesa de seus filhos com sua frase ‘o choro é livre’.

Confira o vídeo:
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Simone Leite

Simone Leite atuou como repórter, produtora de TV, assessora de imprensa e editora de notícias. Há dez anos, atua diretamente na política, área que se diz apaixonada!