O presidente eleito Jair Bolsonaro pretende fazer mudanças nas carteiras de habilitação no Brasil, segundo informou no Twitter:

Parabenizo o governo do RJ por extinguir a vistoria anual de veículos. Outrossim, informo que faremos gestões no sentido de passar para 10 anos a validade da carteira nacional de habilitação (hoje, seu prazo é de 5 anos).

No início do ano o governo revogou uma resolução do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) que obrigava os motoristas a fazer curso teórico de dez horas e uma prova para renovar a carteira de habilitação. A exigência mantida é a realização de um exame médico.

A atribuição sobre as regras de trânsito passará, a partir de janeiro de 2019, para as mãos de Gustavo Canuto, que será o titular do Ministério do Desenvolvimento Regional. A pasta incorporará as atribuições das Cidades e Integração Nacional – dois ministérios que foram suprimidos pelo presidente eleito.

A quatro dias para o novo governo assumir, Bolsonaro tem indicado prioridades das 22 pastas que integrarão sua gestão. As orientações atingem vão desde ajustes de gastos a medidas pontuais para cada área.

Matéria atualizada às 11:51 com informações da Agência Brasil

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
Guirra VerasBruno BravofabricioFrancisca Ambrosio Do Nascimento Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Francisca Ambrosio Do Nascimento
Membro
Francisca Ambrosio Do Nascimento

Muito bom! Parabéns! !

fabricio
Visitante
fabricio

Kd o resto da matéria? É só isso?

Bruno Bravo
Membro

E o famigerado exame toxicológico pra quem tem habilitação AE igual a mim?

Guirra Veras
Membro
Guirra Veras

vamos fazer a matéria com mais propriedade gente.. isso é ridículo..

Elton Santos

Elton Santos é formado em jornalismo e atua na área política do Distrito Federal há oito anos, sempre buscando os bastidores do poder. Já passou por redações e assessorias na capital federal
Fechar Menu