Quando o assunto é edição de decretos, o presidente Jair Bolsonaro só perde para o ex Fernando Collor.

Bolsonaro usou sua caneta para assinar 157 decretos, Collor editou 486 decretos nos primeiros 150 dias de governo.

Sem uma base sólida no Congresso Nacional, Bolsonaro precisa recorrer aos decretos para poder implementar seus projetos políticos.

Deixe uma resposta

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.