Quando se fala de combate à violência contra a mulher, na Câmara Federal espera-se o engajamento das deputadas mulheres no tema.

Com a criação da Comissão de Combate à Violência contra elas muitas parlamentares se posicionaram para ajudar. Inclusive, a coordenadora do colegiado é a deputada Flávia Arruda (PR), novata na Casa.

Mas a Rádio ouviu nos corredores da Câmara que a deputada Érika Kokay, que poderia ser um ícone nesse enfrentamento, pouco participa dos trabalhos da Comissão.

Leia Também:  Polícia do Pará identifica suspeitos de provocar queimadas na Amazônia

É estranho. Quando a comissão foi instalada, Érika chegou a comentar em Plenário: “Não é qualquer coisa conseguir uma Comissão nesta Casa…contra a violência que atinge as mulheres, esta Casa se posiciona, investiga e busca soluções”.

Mas ficou só no discurso mesmo.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luiz Carlos Luiz Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luiz Carlos Luiz
Visitante
Luiz Carlos Luiz

Erika Kokai não passa de demagogia e bravateira. Não servem pra nada.

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu