Depois de Lula, STF pode livrar também Eduardo Cunha

 Nesta terça-feira (14), a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) deve avaliar a anulação das condenações de Eduardo Cunha (MDB), ex-presidente da Câmara dos Deputados que ainda cumpre pena, agora no regime aberto.

A aposta é que os magistrados mantenham o entendimento que livrou o ex-presidente Lula. A decisão favorecendo Lula, entretanto, impediu que novos julgamentos fossem realizados antes do registro de sua candidatura, em 2022.