A Polícia Federal (PF) cumpriu hoje (16) oito mandados de busca e apreensão em três estados, entre os quais São Paulo, para aprofundar investigações de suspeitas de injúria e difamação contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Um dos locais foi na casa do general da reserva Paulo Chagas, ex-candidato ao governo do Distrito Federal.

A autorização para a operação foi do ministro do STF, Alexandre de Moraes. Ele é relator do inquérito que apura ofensas informações falsas sobre os magistrados da Suprema Corte.

Leia Também:  Bolsonaro (filho) nega informação de novo partido

Com a informação, Paulo Chagas foi um dos assuntos mais comentados no Twitter, rede social, inclusive, que ele usou para avisar da “visita” da PF em sua casa.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Odir Ribeiro

Odir Ribeiro é jornalista, blogueiro e multimídia que desde 2011 cobre os bastidores da política do DF.
Fechar Menu